Talvez mais um outro Blog

Este blog surgiu, pois necessitava de um login no wordpress para poder contribuir com este outro blog. Não tenho pretensão nenhuma dele ser algum ponto de referência no ABC ou em qualquer lugar que seja sobre roda-fixa ( ou fixed gear, ou fixa, etc…).

O que percebo no ABC, é que algumas pessoas as vezes no trânsito, esquinas de uma de nossas avenidas sempre me perguntam: “Nossa, você anda sem freios?”. Acho que eles deveriam reparar primeiro, que antes de não haver freio, não há marcha. E antes de não haver marcha, impera uma simplicidade e leveza de uma bicicleta que não quer ser vista como uma das maiores bicicletas do mercado, com suspensões e com cores que sejam deslumbrantes aos olhos. Um bicicleta, que em minha opnião, vai de encontro ao que penso: “Vida simples, porém elevada”.  Para muitos um retorno as primitivas bicicletas, um retorno a essência de pedalar.

Ando com minha fixa em quase todos os lugares do ABC, já que ela é meu meio de transporte. Afinal, o que não se pode ser feito com ela? Muitas coisas, mas o que se pode, também são ainda maiores.

Penso em começar a escrever aqui um pouco de minha convivência com as ruas, com a bike, comigo e com tudo a minha volta, já que tenho a impressão que ela não me deixa passar por nenhum lugar, sem que eu perceba todo o lugar para que ela possa passar.

O farol na frente amarela, levanto-me do selim, e o som do pneu rasgando o asfalto em um Skid faz-me olhar a luz vermelha do foral e passar ,como em passos de balé, entre as faixas que demarcam mais uma encruzilhada da vida.

Anúncios
Publicado em Textos | 4 Comentários